Globoaves confirma suspensão temporária de 1,8 mil contratos de trabalho

O frigorífico Globoaves, baseado em Cascavel (PR), decidiu suspender 1,8 mil contratos de trabalho por até 90 dias, com consequente parada nos abates de frango. A Globoaves informou que a suspensão foi motivada pela dificuldade de aquisição de milho para nutrição das aves, situação que tem atingido diversas empresas do setor de proteína animal desde o início deste ano. O preço do milho disparou nos primeiros meses de 2016, com o aumento das exportações do produto reduzindo a oferta interna.

Segundo notícia publicada no site do jornal Gazeta do Povo, na terça-feira, e confirmada pela Globoaves, a empresa aceitou realizar a suspensão temporária dos contratos para evitar demissões, em acordo com o Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Alimentação de Cascavel e Região (Sintiacre). Durante os meses de suspensão contratual, os funcionários irão receber salários via benefícios de seguro-desemprego.

Fonte: CarneTec

Deixe uma resposta

*