CNA participa de seminário sobre uso da irradiação como tratamento fitossanitário de alimentos

Brasília (06/12/2017) – A Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) participou nesta quarta (6) do Seminário “Uso da irradiação como tratamento fitossanitário para exportação de frutos frescos”. O evento foi promovido pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA).

De acordo com o diretor-substituto do Departamento de Sanidade Vegetal (DSV) do MAPA, Marco Antônio Alencar, o objetivo do seminário foi mostrar a utilidade da aplicação de radiação ionizante como tratamento fitossanitário para alimentos.

“A ideia é levar aos produtores e exportadores de frutas o conhecimento de que existe essa tecnologia e que ela pode ser usada em benefício deles, como o acesso a mercados internacionais com barreiras sanitárias mais rígidas”.

O presidente da Comissão Nacional de Fruticultura da CNA, Luiz Roberto Barcelos, foi um dos palestrantes do evento e também reafirmou a importância do uso do método para aumentar as exportações de frutas frescas.

“O uso da irradiação está ao nosso favor. Ela controla eventuais pragas e doenças que possam estar afetando os alimentos e garante segurança aos países que recebem os produtos”.

Barcelos destacou ainda que o nível de irradiação utilizado é muito baixo e não traz prejuízo a quem consome. “Com boas práticas, o produtor consegue controlar as enfermidades, sem perder a qualidade e propriedades dos alimentos”, disse.

O Brasil já possui uma regulamentação para essa tecnologia. Em 2011, o Ministério da Agricultura publicou a Instrução Normativa Nº 9, que autoriza o uso da radiação ionizante como tratamento fitossanitário no gerenciamento do risco de doenças e pragas em todo território brasileiro.

Assessoria de Comunicação CNA/SENAR
Telefone: (61) 2109 1419
cnabrasil.org.br
senar.org.br
twitter.com/SistemaCNA
facebook.com/SistemaCNA
instagram.com/SistemaCNA
twitter.com/SENARBrasil
facebook.com/SENARBrasil

http://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*