Safra de feijão tem expectativa de 3,3 milhões de toneladas

Produção nacional de feijão deve totalizar 3,3 milhões de toneladas em 2018, segundo o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola de fevereiro, informou nesta quinta-feira, 8, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“É uma boa safra. O consumo interno é em torno de 3 milhões de toneladas. O feijão a gente não consegue estocar por muito tempo, por isso tem três safras, para dar conta de ter sempre feijão no mercado. Os preços do feijão no supermercados não estão aquela coisa que já foram, estão mais comportados”, avaliou Carlos Alfredo Guedes, analista da Coordenação de Agropecuária do IBGE.

O resultado, entretanto, representa uma queda de 1,4% em relação à estimativa do mês anterior. “Esse excesso de chuva que está atrapalhando um pouco a safra de soja, está atrapalhando o feijão também. O feijão é muito perecível, muitas vezes o grão brota na vagem. Várias áreas são abandonadas, ou então colhidas, mas sem a mesma qualidade”, explicou Guedes.

A previsão para a primeira safra de feijão foi reduzida em 1,5% na comparação com a estimativa de janeiro, com quedas na Bahia (-21,9%) e no Paraná (-3,0%). Em Pernambuco, porém, a produção esperada cresceu 156,6% em relação a janeiro, por conta da expectativa positiva para o clima.

A segunda safra de feijão teve redução de 1,4% frente à estimativa de janeiro, com declínios na Bahia (7,5%), Paraná (1,7%) e Goiás (10,7%), por conta do clima.Em relação à terceira safra, houve redução de 1,3% na produção em relação à estimativa anterior. Goiás registrou uma queda de 3,7% na produção.

http://www.cnabrasil.org.br/

Deixe uma resposta

*